Nutrição Enteral e Oral (32) 32127735 Juiz de Fora

Televendas: (32) 3212-7735


Segunda à sexta de 8 à 12h. e de 13:15 até 18:00h.

Boletim Menos Desperdício

Menos desperdício, mais alimentos

A nova campanha do CFN pretende incentivar o consumo consciente e sustentável, adequado às necessidades de cada indivíduo ou grupo social. Estima-se que o Brasil descarta mais de 40 milhões de toneladas de alimentos por ano.
Há quem questione os números, mas eles servem como alerta para evitar o aumento de resíduos e a falta de comida saudável na mesa.
O desperdício de alimentos ocorre em todas as etapas, da produção ao consumo. O meio ambiente e a dinâmica socioeconômica sofrem com as falhas no processo de colheita, acondicionamento malfeito, rodovias em condições inadequadas, estocagens em armazéns e silos impróprios, dificuldades na logística de abastecimento e de acesso ao consumidor.
Entre as causas que geram grandes perdas, estão problemas de infraestrutura e manuseio no campo; cargas e embalagens que danificam, expulsam e deixam os alimentos mais maduros; apodrecimento por conta da superprodução; deficiência gerencial nos centros varejistas e atacadistas; feiras e supermercados com bancas e expositores impróprios, sem refrigeração adequada.
O desperdício também ocorre pela falta de planejamento das compras, pelo armazenamento inadequado em nossas casas e quando não se aproveita partes dos alimentos que são próprias para o consumo. Algumas dicas para comprar, conservar e aproveitar:
COMPRAR
– Tome cuidado ao manusear as hortaliças. Não se deve pôr itens mais pesados em cima delas;
– Vá ao mercado com mais frequência para evitar grandes estoques em casa;
– Compre de produtores locais.
CONSERVAR
– Armazene corretamente os alimentos. Existem hortaliças que devem ser mantidas em ambientes secos e arejados. Outras, guardadas na geladeira. Congelar alimentos também é uma opção caso vá demorar a consumi-los.;
– Antes de armazenar, limpe o alimento e remova as partes escuras, podres ou danificadas;
– Algumas hortaliças devem ser lavadas antes de refrigeradas. Outras, somente quando forem consumidas.
APROVEITAR
– Há deliciosas receitas com talos, folhas de verduras, cascas de frutas e legumes orgânicos;
– Use as sobras limpas de refeições anteriores. Sugestão: faça farofas, sopas, tortas ou mexidos.
Reunião Itinerante na Região Norte
Marcada para 4 e 5 de maio, em Belém. Momento em que conselheiros do Sistema CFN/CRN debatem com nutricionistas e gestores locais questões relacionadas à atuação profissional, políticas públicas e saúde coletiva.
A mesa de abertura será composta pelos presidentes do CFN, Élido Bonomo, e do CRN-7, Fábio Costa de Vasconcelos. O tema da palestra magna é a inserção do nutricionista nas políticas públicas de saúde e terá a participação de representante da Secretaria de Saúde do Estado do Pará.
Um dos pontos altos do evento será a apresentação do Novo Código de Ética e de Conduta do Nutricionista, com palestra sobre o processo de elaboração do documento e as questões éticas que atualmente perpassam o campo da alimentação e nutrição.
Antecedendo ao ato, os participantes debaterão com especialistas e autoridades locais os novos caminhos da Nutrição em saúde coletiva e as implicações legais referentes à ação de leigos na área de atuação do nutricionista.
A programação do último dia trará palestra sobre a padronização do protocolo de assistência nutricional hospitalar; as principais interfaces com a prescrição de fitoterápicos; e as potencialidades e fragilidades na execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Ler artigo completo